quarta-feira, 25 de março de 2009

No meio da enrascada, respire fundo e siga adiante!

Pois é, ando meio sumido. Tive problemas de ordem técnico-acadêmica.

Bom, primeiro, a lâmpada da tela do meu note foi desta pra melhor. Até o técnico descobrir, encomendar a peça e executar o conserto se vao uns dez dias.

Como desgraças nunca vêm sozinhas (me lembro de uma citação do Corvo mais ou menos parecida), meu orientador finalmente decidiu a data de entrega da minha dissertação. Está perto. Bem no momento onde tive que me render ao apelo das lan-houses.

Fico agradecido a vocês que mantiveram meu contador do Motigo acima do zero. Na verdade este post é uma "prestação de contas" ao leitor Rogério sobre o post Padrões de Gerência de Configuração com Subversion 1.5 - Parte I: Conceitos. Ele pergunta sobre a continuidade da série de padrões de gerência de configuração.

Pretendo postar alguma coisa no meio da semana que vem, depois de entregar uma versão para revisão da minha dissertação para o meu orientador (segunda), talvez próxima quarta ou quinta (01/04 ou 02/04). Certamente a segunda parte da série de padrões de configuração está na frente.



Não gosto muito de prometer, afinal gerenciamento de expectativas é um problema a ser enfrentado. Mas lá vai um road map para os próximos assuntos que pretendo tratar no blog:

  • Aplicação de padrões de configuração;
  • Conciliação de gerência de projetos com "métodos ágeis". Uma método que adaptei e estou conduzindo com sucesso na minha empresa. Consegui manter um bom nível de balanço entre cumprimento de objetivos de médio e longo prazo, gerência de escopo e auto-organização de equipe (isto mesmo, com SCRUM). O legal do método baseado nos trabalhos de um pessoal fantástico: Kurt Bittner (esse é o cara do gerenciamento baseado em objetivos), Craig Larman, Per Kroll e Ken Schwaber.
  • Pensamento Sistêmico. Peter Senge na veia!
Até o momento estou focado na parte mais Corporativa da Arquitetura de Software. Então tem um assunto fantástico que descobri na administração para tentar avaliar uma série de possíveis arquiteturas de software. Aí vai então:

Espero com o tempo pôr alguns temas mais próximos da arquitetura de sistemas, como SOA, ESB, e de outras disciplinas da Engenharia de Software.

Então tá. Já estão me chutando da Lan House.

Até mais.

1 comentários :

  1. Rogerio disse...

    Valeu pela resposta amigo. Nao imaginava que a situação estivesse tão complicada pra você. Gostei do seu blog porque vc fala de engenharia de software de uma maneira diferente, tanto que ja o adicionei ele no meu google reader. Uma sugestão: cadastre seu blog no http://www.infoblogs.com.br . Ele é um agregador de blogs de informatica e assim mais pessoas poderão conhecer os seus novos posts.
    Abraços.